Balança para Peso Hectolítrico

Balança para Peso Hectolítrico

Balança para peso hectolítrico

A avaliação da qualidade do trigo pelo pH (peso hectolítrico), foi instituída na França, no tempo de Luís XIV. Esse índice mede a relação entre o peso de seu endosperma, mais denso, e a casca do grão, mais leve. Quanto mais elevado, melhor qualidade terá o trigo.

A balança para peso hectolítrico, reconhecida pelo INMETRO, é ideal para determinar o PH do trigo. Tem capacidade para 250 g, é portátil, resolução de 0,5 g, sensibilidade de 0,25 g, volume do tubo de medida de 250 ml, construída em latão polido, acompanha estojo de madeira de lei e o peso com a embalagem é de 4,6 kg.

No Brasil, os grãos de trigo são classificados em tipos e classes. A classificação por tipo é determinada através do limite mínimo do peso do hectolitro (PH) e dos limites máximos dos percentuais de umidade, matérias estranhas e impurezas e de grãos avariados. Sendo assim, o peso do hectolitro (PH) do trigo (utilizado como medida tradicional), é uma propriedade que apresenta grande importância na comercialização do produto, pois expressa indiretamente características de qualidade de grãos, uma vez que os preços praticados consideram este parâmetro como um indicativo de qualidade e rendimento na extração de farinha.

No Brasil, o trigo é comercializado utilizando-se, como valor de referência, PH igual a 78 kg/h. A produção nacional, de 6 milhões de toneladas, é liderada pelo Paraná (53,1%), seguido do Rio Grande do Sul (34,1%). A fabricação de pão (55%) lidera o consumo de farinha de trigo no Brasil, seguida da fabricação de macarrão (34%) e da confeitaria (11%).

 

Fonte: Embrapa

 

 

« voltar Recomendar/Indicar este conteúdo